“A estória da Eliana e do Carlos é a estória de um grande amor mas também de uma grande amizade que começou oficialmente no dia 12 de Janeiro de 2014. A Eliana tinha ido trabalhar para Valência, em Espanha, para um estágio profissional durante 6 meses no Hospital Universitário la Fe. Foi neste hospital que conheceu o Carlos que apesar de ser uruguaio já vivia em Valência à vários anos. Acha que um Uruguaio deixa escapar assim uma bela donzela portuguesa? Durante estes 6 meses Carlos foi, digamos, guia turístico da jovem beldade em Valência e não só porque naquele tempo viajaram muito pela Espanha toda. E foi assim, em Alhandra (Granada), que deram o primeiro beijo. Mas nem sempre tudo corre perfeitamente de acordo com os nossos desejos. Acabado o estágio a Eliana teve de voltar para Portugal e as vidas da Eliana e do Carlos sofreram uma grande reviravolta. Os dois namorados decidiram dar uma oportunidade a este amor e iniciou assim um lindo, embora um pouco cansativo e muito desafiante amor à distância. Foi uma fase bastante complicada. Foram dois anos de muitos quilómetros, mas de muito amor. Por vezes aos fins-de-semana encontravam-se em alguma cidade europeia, Paris, Bruxelas, Madrid e Lisboa. Talvez a distância tenha contribuído para colocar sólidos alicerces nesta união. Numa relação á distância as coisas mais importantes são a confiança e a comunicação e é quando não podemos estar com uma pessoa que realmente aprendemos a conhecê-la. Até que há dois anos atrás Carlos teve finalmente a possibilidade de vir para Portugal e desde então que os dois namorados vivem juntos. Carinhosa, engraçada, boa companheira, tem o carácter duro do norte quando tem que ser, é a Eliana segundo o Carlos. Romântico, alegre, simpático, sociável, generoso mas também refilão como um bom Uruguaio com descendência napolitana, é o Carlos segundo Eliana. Ao longo do tempo têm demonstrado a capacidade de criar no seu relacionamento um importante ponto de equilíbrio. Faltava ainda um capítulo a esta linda estória de amor…O casamento”